Eu já não digo nada, há muito que me calei, já não olho, já não vejo nada.
Tudo me sabe a nada, mastigo e engulo.
Engulo tudo, as notícias dos jornais, as conversas alheias, as vossas caras.
O meu lugar aqui e agora é o centro do Mundo.
Já nem vos odeio, sou indiferente, uma sombra.
Vocês são pedras que já nem me servem para chupar.
Durmo e espero.
Mato o tempo à espera que ele me mate, sentado, deitado ou de pé, já tanto faz

Olga Roriz, Agosto 1998

Direção
Olga Roriz
Intérpretes
Sónia Aragão, Carla Ribeiro
Adriana Queiroz, Joana Furtado
Suzana Queiroz, Michel Guibentif
Luis Carolino
Colagem musical
António Viegas
Cenário
João Mendes Ribeiro
Figurinos
Olga Roriz
Desenho de luz
Clemente Cuba
Assistente da direção
Paulo Reis
Textos
Olga Roriz e bailarinos
Produção
Maria José Sequeira