2016

Cria Antes que matem os Elefantes para a Companhia Olga Roriz.

A Companhia Nacional de Bailado faz uma digressão pela Alemanha com a sua peça Orfeu e Eurídice.

 

2015

A Companhia Olga Roriz comemora 20 Anos de existência e 40 anos de carreira da coreógrafa.

Vasta digressão nacional com a apresentação de 8 peças do seu repertório.

Digressão da Companhia a Moçambique e Coreia do Sul.

Remontagem de Treze gestos de um corpo e Pedro e Inês para a Companhia Nacional de Bailado.

 

2014

Cria Orfeu e Eurídice para a Companhia Nacional de Bailado.

Cria Terra e remonta, Os olhos de Gulay Cabbar para a Companhia Olga Roriz.

Para a Companhia Paulo Ribeiro, Bits&Pieces.

Exposição e vídeo O Chiado da Dramaturgia e da Performance, Lisboa-Paris-Marselha.

 

2013

Cria o solo A Sagração da Primavera.

Digressão ao Brasil de A Cidade.

Inaugura o projeto de formação FOR Dance Theater.

Cria com João Raposo o vídeo dança Eurídice.

 

2012

Cria A Cidade, Cenas e Present in Progress para a Companhia Olga Roriz.

Remonta A Sagração a Primavera no Ballet Guaira, Brasil.

Digressão internacional de Nortada a Macau.

Recebe o Prémio União Latina.

 

2011

Cria Pets para a Companhia Olga Roriz.

Para a Companhia Nacional de Bailado criou Noite de Ronda e um solo para a criação coletiva, Uma Coisa em Forma de Assim.

 

2010

Cria para a Companhia Olga Roriz o solo Electra, A Sagração da Primavera para um elenco de 21 bailarinos e realiza o filme Interiores.

Cria o solo Blind Date.

Faz a direção e conceção musical do espetáculo Aldina Duarte por Olga Roriz.

 

2009

Cria para a Companhia Olga Roriz as peças Nortada, Interiores e Solos.

Digressão internacional de Pedro e Inês pela Companhia Nacional de Bailado a Moscovo, Bangkok e São Paulo.

 

2008

Lançamento do livro “Olga Roriz” editado pela “Assírio&Alvim e escrito por Mónica Guerreiro.

Cria “Inferno” para a Companhia Olga Roriz.

Recebe o Grande Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores / Millenium Bcp.

 

2007

Remonta “Trezes Gestos de um Corpo” para a Companhia Nacional de Bailado.

Remonta “Lágrima” para a Companhia Nacional de Bailado.

Cria “Paraíso” para a Companhia Olga Roriz.

Estreia a curta-metragem “A Sesta” na Quadrienal de Praga.

 

2006

Estreia o seu 1º filme “Felicitações Madame”.

Cria “Daqui em Diante” para a Companhia Olga Roriz.

Remonta “Os Sete Silêncios de Salomé” para a Companhia Nacional de Bailado.

 

2005

Celebra 30 anos de carreira como bailarina, 10 anos da Companhia Olga Roriz e 50 anos de idade.

Cria “Felicitações Madame”, partes I, II e III para a Companhia Olga Roriz, as quais foram integralmente filmadas com realização da coreógrafa.

Cria “O Amor ao Canto do Bar Vestido de Negro” para a Companhia Olga Roriz.

 

2004

Cria “Confidencial” para a Companhia Olga Roriz.

Cria 2 coreografias, “By me” e “Cariátides” para a Escola Superior de Dança.

Apresenta no Porto e em Lisboa uma retrospectiva de 5 Peças do repertório da Companhia.

Digressão da Companhia em Portugal.

É galardoada com o Prémio Almada atribuído pelo Instituto das Artes pela peça “Pedro e Inês”.

É condecorada com a insígnia da Ordem do Infante D. Henrique / Grande Oficial pelo Presidente da Republica, pela sua carreira e enriquecimento da cultura portuguesa.

“Pedro e Inês” é filmado pela RTP com realização de Rui Simões.

 

2003

Cria “Jump-up-and-kiss-me” para a Companhia Olga Roriz.

Digressão da Companhia em Portugal e Cabo Verde.

A convite da Companhia Nacional de Bailado, cria “Pedro e Inês”.

Início da residência da Companhia Olga Roriz no Teatro Camões.

Remontagem de 5 Produções do repertório da Companhia.

 

2002

Cria “Não Destruam os Mal-me-queres” para a Companhia Olga Roriz.

Cria “Stand By” para a Escola Superior de Dança.

Digressão da Companhia em Portugal.

Pela ocasião do 20º aniversário da carreira coreográfica , foram editados em vídeo uma colecção de 10 peças da Companhia, realizados por Rui Simões em co-produção com a Real-Ficção.

 

2001

Remonta “Treze gestos de um corpo” no Teatro Alla Scala Milão-Itália.

Cria “Código md8” para a Companhia Olga Roriz.

Digressão da Companhia em Portugal e França.

Estreia-se como actriz na peça “Escadas tortas sem corrimão” de Carlos Gomes.

 

2000

A convite da directora artística volta ao Ballet Gulbenkian, onde cria para todo o elenco uma peça baseada numa visão retrospectiva pessoal, “F.I.M. – Fragmentos/Inscrições/Memórias”.

Cria “Os Olhos de Gulay Cabbar” para a Companhia Olga Roriz.

 

1999

Digressão da Companhia em Portugal e Brasil.

Remonta “Sete silêncios de Salomé” no American Reportory Ballet em Nova York-EUA.

Remonta “Treze gestos de um corpo” no Maggio Musical Fiorentino em Florença-Itália.

Encena a peça de teatro “Crimes Exemplares” de Max Aub para o Teatro Plástico-Porto.

 

1998

Cria “Anjos, Arcanjos, Serafins, Querubins,…e Potestades” e “Propriedade Pública” para a Companhia Olga Roriz.

Digressão da Companhia em Portugal e E.U.A..

 

1997

Cria “Cenas de Caça II” e “Start and Stop Again” para a Companhia Olga Roriz.

Digressão da Companhia em Portugal, Açores e Alemanha.

Encena a ópera “Persephone” de Igor Stravinsky para o Teatro Nacional de S.Carlos.

 

1996

Cria “Propriedade Privada” para a Companhia Olga Roriz.

Digressão da Companhia em Portugal, Polónia, Alemanha e Itália.

 

1995

Em Fevereiro funda a sua própria companhia – Companhia Olga Roriz.

Estreia da Companhia no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém.

Apresenta “Introdução ao Princípio das Coisas II” e “Finis Terra II” na Companhia Olga Roriz.

 

1994

Cria para a CDL “Introdução ao Princípio das Coisas” e “Finis Terra”.

2º Prémio do Concurso de dança Suzanne Dellal em Tel Aviv-Israel, com “Cold Hands”.

Em Outubro demite-se do cargo de Directora Artística da CDL.

 

1993

A convite do English National Ballet-Londres, cria “The seven silences of Salome”, o qual foi premiado como melhor coreografia do ano pela Revista Londrina Time-Out.

Cria “Passagens II” para o Ballet Gulbenkian.

Em Maio assume a Direcção Artística da Companhia de Dança de Lisboa – CDL, convertendo-a numa Companhia de autor.

Cria para CDL “Cenas de Caça”.

 

1992

Remonta “Treze gestos de um corpo” no Ballet Nacional de Espanha-Madrid.

Cria para a Rádio Televisão Portuguesa o solo “3 Árias para Callas”.

Cria “Passagens I” para a Companhia de Dança Contemporânea.

 

1991

Cria para o Ballet Gulbenkian “Cavaleiros da noite” e “Duelo”.

Remonta “After the Party” para os Ballets de Monte Carlo no Mónaco.

 

1990

É nomeada Coreógrafa Principal do Ballet Gulbenkian.

Cria para o Ballet Gulbenkian “Isolda” e “Idmen B”.

Estreia nos Encontros ACARTE o seu 3º solo “In-fracções” e também para o ACARTE o 4º solo “Variações Coldberg”.

Remonta “Treze gestos de um corpo” no Ballet Teatro Guaira em Curitiba-Brasil.

Recebe uma bolsa de estudo para um estágio coreográfico dirigido por Karine Saporta no Tanz Fabrik em Berlim.

 

1989

Cria “Traição Opus 27 de Giulieta Guicciardi” para o Ballet Gulbenkian.

Estreia em Rennes – França o seu 2º solo “Jardim de Inverno”.

 

1988

É promovida a 1ª bailarina do Ballet Gulbenkian.

Prémio de melhor coreografia com “Presley ao Piano” para o Ballet Gulbenkian.

1º Prémio do concurso de dança de Osaka-Japão, com “After the Party”.

Inicia o seu trabalho a solo com “1988” para o Centro de Arte Moderna da Gulbenkian.

1987

Cria para o Ballet Gulbenkian “Violoncelo não acompanhado em suite de luxo”. Prémio de melhor corografia com “Treze gestos de um corpo” para o BalletGulbenkian.

 

1986

Cria para o Ballet Gulbenkian “Terra de ninguém”, “Espaço Vazio” e “Casta Diva”.

Prémio de melhor coreografia com “Espaço Vazio” para o Ballet Gulbenkian.

 

1985

Recebe uma bolsa de estudo para fazer um estágio em Den Haag com Jiri Kylian.

Cria para o Ballet Gulbenkian “Terra do Norte”.

Prémio de melhor coreografia com “Terra do Norte” para o Ballet Gulbenkian.

É promovida a bailarina solista do Ballet Gulbenkian.

A convite da Companhia Nacional de Bailado cria “As Troianas”.

 

1984

Recebe uma bolsa de estudo para fazer o Curso para Coreógrafos e Compositores em Sussex-Inglaterra, dirigido por Alwin Nikolais.

Cria para o Ballet Gulbenkian: “O Livro dos Seres Imaginários” e “Três canções de Nina Hagen” e para o Dança Grupo “Cadência” e o solo “Incerto-Exacto”.

 

1983

Cria mais duas coreografias “Lágrima” e “Sonatina nº1” para o Atelier Coreográfico do Ballet Gulbenkian.

Prémio de melhor coreografia com “Três canções de Nina Hagen” para o Ballet Gulbenkian.

 

1982

Prémio da melhor coreografia com “Encontros”, criada para o Ballet Gulbenkian.

 

1981

Cria a sua 4ª coreografia “Abstracções” para o Atelier Coreográfico do Ballet Gulbenkian.

 

1980

Cria a sua 3ª coreografia “Duas Vozes” para o Atelier Coreográfico do Ballet Gulbenkian.

 

1979

Cria a sua 2ª coreografia “Invisíveis Limites” para o Atelier Coreográfico do Ballet Gulbenkian.

 

1978

Cria a sua 1ª coreografia “Que loucos que somos! Tu não és?” para o Atelier Coreográfico do Ballet Gulbenkian.\

 

1976

Integra o elenco do Ballet Gulbenkian, dirigido por Jorge Salavisa.

 

1975

Inicia a sua colaboração como bailarina no Ballet Gulbenkian dirigido por Carlos Trincheiras.

 

1974

Termina o Curso da Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa.

 

1970

Ingressa na Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa.

 

1965

Inicia a participação no corpo de baile de todas as temporadas de Ópera do Teatro Nacional de S.Carlos.

 

1963

Continua os estudos na Escola de Dança do Teatro Nacional de S.Carlos, com a professora Ana Ivanova e David Boswell.

 

1959

Inicia os seus estudos de dança em Lisboa com Margarida de Abreu.

 

1955

Nasce a 8 de Agosto em Viana do Castelo