.

Nova criação 2024

1001 Noites | Irmã Palestina
Cocriação Teatro O Bando e Companhia Olga Roriz
e parceria da Banda Sinfónica Portuguesa.

Coprodução Teatro o Bando, Companhia Olga Roriz,
Coliseu do Porto AGEAS, FITEI e São Luiz Teatro Municipal

A cumplicidade de Brites/Roriz remonta aos anos 90 quando a coreógrafa colabora em peças do Grupo de Teatro O Bando, que celebra 50 anos de existência e resistência em 2024. Nesta nova colaboração, os criadores procuram ir mais longe, intercetando os seus processos criativos numa busca renovada de reflexão e construção com quatro artistas de cada uma das companhias. O espetáculo procura as verdades que se escondem nas ficções e as ilusões que enevoam a realidade. Uma viagem percorrida pelas 1001 Noites, fio condutor da tetralogia que nos próximos quatro anos ganha vida pela mão de diferentes encenadoras e encenadores do Teatro O Bando, em que um novo espetáculo nasce a partir do final do espetáculo anterior. “Irmã Palestina” é representada por Maria Dally, artista palestiniana.

Direção | João Brites e Olga Roriz
Intérpretes | António Bollaño, Fabian Bravo, Maria Dally, Maria Fonseca, Marta Lobato Faria, Nicolas Brites, Rita Brito e Yonel Serrano

Olga Roriz

Documentário

A vida e obra de Olga Roriz, uma das mais importantes criadoras da dança contemporânea portuguesa e uma das artistas mais influentes e marcantes. Com uma obra vasta, Olga Roriz construiu um trabalho fundacional da dança contemporânea portuguesa.
Filmado ao longo de dois anos, o documentário de Cristina Ferreira Gomes e Luiz Antunes leva-nos pelos mundos criativos e intensos da bailarina e coreógrafa e acompanha o exigente processo de criação do espetáculo “Pas d´Agitation”, que culmina com a sua apresentação em Paris, em 2022.

>> Assistir no site RTP2

.

padagitacion

Digressão 2024

A hora em que não
sabíamos
nada uns dos outros

18 Out.
Convento São Francisco, Coimbra

7 Dez.
Teatro Municipal Sá de Miranda, Viana do Castelo


1001 Noites | Irmã Palestina
Co-criação da Companhia Olga Roriz e Teatro O Bando

18 Mai. | Estreia
FITEI, Coliseu do Porto
+Info | Bilhetes

30 Mai. a 2 Jun.
São Luiz Teatro Municipal, Lisboa
+Info | Bilhetes

7, 8, 9, 10, 13, 14, 15 e 16 Jun.
Cineteatro São João, Palmela

6 Jul.
Festival de Almada


Pas d’agitation

28 Set.
Teatro Municipal de Vila Real

11 Out.
Casa da Cultura de Ílhavo

.

FOR – Formação Olga Roriz

Aulas Práticas
Para profissionais e estudantes de Dança,
integradas nos cursos da FOR Dance Theatre.
Vagas limitadas e sujeito a confirmação.

Contemporâneo
2ªs, 4ªs e 6ªs, das 10h30 às 12h
3ª e 5ªs das 9h às 10h30
Professora Patrícia Henriques

Condicionamento Físico
2ªs, 4ªs e 6ªs das 9h às 10h30
Professor Allan Falieri

Preçário
Aula avulso | 8€
Caderneta mensal 6 aulas | 40€
Caderneta mensal 10 aulas | 50€
Caderneta mensal 20 aulas | 95€
Mensalidade 1 aula/dia | 90€

+Info | Email

Apresentação FOR Dance Theatre

Os alunos da FOR Dance Theatre convidam os seus amigos, familiares e professores a estarem presentes na apresentação do seu trabalho da disciplina de “Repertório” que terá lugar na próxima terça dia 4 de junho às 15 horas no estúdio central da Companhia Olga Roriz na Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão n° 1 – 1° em Lisboa.

.

Residências Artísticas

Ana Trincão
BlinDances

Projeto onde se experimenta um largo espectro da sensibilidade humana. Consiste na criação de uma coreografia para três bailarinas e de uma pesquisa poética sobre áudio descrição inspirada no texto (adaptado pela investigadora Sara Magno) “Veils” (1998), de Helene Cixous. Em torno da perceção, ou seja, como percebemos e sentimos o que nos rodeia, bem como o que nos condiciona e potência, são o mote deste projeto. Em BlinDances, as performers de olhos fechados, investigam danças inspiradas no movimento autêntico, na somática (Body Mind Centering) e na comunicação subliminar.

Direção artística | Ana Trincão
Cocriadores, pesquisa e performance | Elisabete Francisca, Júlia Salém, Marta Cerqueira; Pesquisa | Andresa Soares, Joana Gomes

Bruno Schiappa
O Método

Aulas baseadas nas técnicas d’O Método de Lee Starsberg, conforme foi interpretado por Marcia Haufecht, mas são transversais ao Sistema de Constantin Stanislavsky e ao Teatro Físico russo. Este curso, criado em 1993 pelo próprio, foi ministrado durante 28 anos, com grande sucesso. Inclui também trabalho de movimento (flexibilidade e ritmo) e vocal (respiração, apoio, dicção). O mesmo destina-se a atores, encenadores e bailarinos ou pessoas que pretendam ter uma formação direcionada para as artes acima referidas. Pode também ser frequentado para questões de desinibição, inserção social ou melhoria da comunicação.

.

Residências Artísticas Anuais

Artistas residentes
João Rapozo
EIF[E] – Escola Informal de Fotografia
Camboja Selecta
André de Campos
The Portfolio Project
Manga Theatre
BodyBuilders & Rafael Alvarez
Razões Pessoais Associação Cultural.

+Info

[/column_1]
[/column]